Encontro de Venâncio Aires

Cultura

 

A hora de debater sobre o incentivo à leitura

Diana Azeredo

 

Nas escolas, a ‘hora da leitura’ é voltada aos alunos. É quando eles leem e debatem a respeito da obra. Durante a 23ª Reunião do Fórum Gaúcho pela Melhoria das Bibliotecas Escolares e Públicas, foi a vez dos educadores e dirigentes culturais. Mas eles não discutiram sobre livros específicos, nem fizeram pausa para conferir obras literárias. Na tarde de ontem, na Câmara de Vereadores, o tema central foi o incentivo à leitura.

Segundo informações encaminhadas pela assessoria de imprensa da Prefeitura, o líder do Executivo, Airton Artus, esteve presente na abertura. Ele destacou a importância do evento e do estímulo à leitura. Outras autoridades também prestigiaram a solenidade inicial. Após apresentação artística da Companhia Afro-Cena, o professor João Batista Gomes, representando a Secretaria da Educação, iniciou o painel com o tema ‘Boas práticas em bibliotecas escolares e públicas’. Ele mostrou ações, como capacitação de professores, concursos literários e aquisição de livros, desempenhadas pelo órgão municipal.

Representante do jornal Folha do Mate, a jornalista Jaqueline Caríssimi abordou o trabalho desenvolvido no Folheando e Folha Cidadania. Os projetos complementares são realizados nas escolas públicas e têm como objetivo colaborar na formação de cidadãos, a partir da leitura. A explanação chamou a atenção do público, que manifestou interesse pela iniciativa da Folha.

Também mostrando exemplos de incentivo à leitura que ocorrem em Venâncio Aires, a bibliotecária Rosária Costa teve como foco a Biblioteca Pública. Ela exibiu fotos de saraus, sessões de filmes, cursos e outros eventos realizados dentro e fora do espaço municipal. Para finalizar, apresentou um conto retirado do livro ‘Sete histórias para contar’, de Adriana Falcão. Com o texto, propôs uma reflexão sobre a necessidade de criticar e não se acomodar.

A segunda parte da tarde contou com a presença da professora e doutora da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO), Iara Conceição Neves, do bibliotecário e responsável pela 1ª Coordenadoria Regional da Educação (CRE), Delmar Veiga, representante do Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB-10), Loiva Teresinha Serafini, representante do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Ricardo Afonso, vereadora de Porto Alegre, Fernanda Melchionna, e Luiz Antônio Inda, de Canoas. Eles trouxeram estatísticas e experiências com a criação do ‘Plano Municipal do Livro e Leitura’.

Na plateia, havia pessoas de Venâncio, Taquari, Guaíba, Teutônia e outras cidades. A reunião foi organizada em parceria entre o  Conselho Regional de Biblioteconomia da 10ª Região,Instituto Federal do Rio Grande do Sul, Associação Rio-Grandense de Bibliotecários, Instituto Goethe, Câmara do Livro, FABICO – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e Administração Municipal de Venâncio Aires, através da Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo.

 fonte – jornal folha do mate

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s