03/10/2012


03/10/2012


Diário Popular

02/10/2012
 28-09-2012 | 22h40min

Evento

Rio Grande recebe apoio estrangeiro para biblioteconomia

Aproximadamente 160 pessoas acompanharam o encontro que contou com mesas temáticas e visita guiada à Biblioteca

Por: Andressa Barbosa
andressa@diariopopular.com.br

Dois anos após o último encontro do Fórum Gaúcho pela melhoria das bibliotecas escolares e públicas ser sediado em Rio Grande, o encontro itinerante de nível estadual voltou a ser realizado em território rio-grandino.

Porém, a 31ª Reunião não teve apenas o local como destaque, teve no intercâmbio internacional importante contribuição com a presença da bibliotecária alemã Bettina Twrsnick, cuja abertura da agenda de palestras começou por Rio Grande. Aproximadamente 160 pessoas acompanharam o evento que contou com mesas temáticas e visita guiada à Biblioteca Rio-grandense.

Visita
De acordo com a convidada especial, que também é diretora da Biblioteca Fantástica de Wetzlan, sua quarta visita ao Brasil sinaliza uma excelente oportunidade para mostrar as estratégias de fomento à leitura apresentando informações sobre como as bibliotecas sobrevivem em outros países, principalmente, na Alemanha. Além de trazer como exemplos diversos projetos executados em seu país, Bettina afirma também levar daqui conhecimentos interessantes.

Em análise ao cenário da biblioteconomia brasileira, a cooperação das unidades locais é um das características que serão levadas à Alemanha. Já o aprimoramento do acervo foi apontado como a demanda que pode ser melhorada. Outro ponto evidenciado pela palestrante foi a necessidade de implantação de uma concepção cultural onde a biblioteca não seja vista apenas como um abrigo de livros, e sim, como de encontro social, característica que no Estado possui na diversificação no acesso um importante aliado.

Encontro
A realização da reunião em Rio Grande foi organizada pelo curso de Biblioteconomia do Instituto de Ciências Humanas e da Informação (ICHI-Furg) com o apoio do Conselho Regional de Biblioteconomia 10ª Região, do Instituto Goethe, de Porto Alegre – responsável por trazer a palestra internacional – e da Secretaria Municipal de Educação do Rio Grande (Smed).


Agora – O Jornal do Sul

02/10/2012

Biblioteca Delfina da Cunha recebe visita de bibliotecários

 Biblioteca Delfina da Cunha recebe visita de bibliotecários

A biblioteca Pública do Município recebeu, no último sábado, a visita de um grupo de profissionais bibliotecários que participaram, na sexta-feira em Rio Grande, da 31ª Reunião do Fórum Gaúcho pela Melhoria das Bibliotecas Escolares e Públicas.

Entre os profissionais bibliotecários visitantes estavam os alemães Bettina  Twrsnick (Diretora da Bibliotreca Fantástica de Wetziar/Alemanha) e Uly Kaup (Bibliotecário do Instituto Goethe de Porto Alegre) e, ainda, os bibliotecários Liva Teresinha Serafini, Debora Jardim (Representante do CRB10), Marlis Martins Aguiar (Porto Alegre), Vera Maria Hoffmann (EMEF Maria Edila, de São Leopoldo) e Dani, da cidade de Bagé.

A visita foi fruto da palestra apresentada no Fórum, pela bibliotecária Sueli Thomazine que enfatizou o Projeto de Modernização de Bibliotecas (Minc/FBN), a inclusão digital e o incentivo a leitura em Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA).

O grupo foi recepcionado pela bibliotecária Sueli, responsável e coordenadora da Biblioteca Pública Municipal Delfina da Cunha, e pelo professor Paulo Rubilar de Lemos Pereira, do Grupo Teatral Caras de Pau. Os visitantes haviam manifestado interesse em visitar a cidade e, especialmente a biblioteca municipal e o Ponto Cultural que abarca, entre outras atividades, assim como o grupo teatral, expressando ainda, o encantamento pelo que foi observado durante a visita a São José do Norte.

A bibliotecária Sueli agradeceu a visita e fez convite para novas visitações, assim como o muito obrigada! Danke!


O TRABALHO DE CONCLUSÃO SOBRE OS FÓRUNS

02/10/2012

Por  Carina Pahim Teixeira

http://hdl.handle.net/10183/54318

Este Trabalho de Conclusão de Curso tem como objetivo verificar a contribuição dos Fóruns Gaúchos pela Melhoria das Bibliotecas Escolares para a construção de novas aprendizagens dos acadêmicos em Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os Fóruns Gaúchos pela Melhoria das Bibliotecas Escolares (FGMBE) se originaram a partir do Projeto Mobilizador: biblioteca escolar construção de uma rede de informação para o ensino público criado no ano de 2008 pelo Conselho Federal de Biblioteconomia, como forma de valorizar e dignificar as bibliotecas escolares. O presente estudo contextualiza os Fóruns Gaúchos pela Melhoria das Bibliotecas Escolares e descreve sete dos Eventos realizados mensalmente no período de 2009 a 2011: II Fórum Nacional pela Melhoria das Bibliotecas Escolares Gramado – RS; 12ª Reunião do FGMBE Osório, 19ª Reunião do FGMBE Camaquã – RS, III Fórum Nacional pela Melhoria das Bibliotecas Escolares, Gramado – RS, 22ª Reunião do FGMBE Taquara – RS, 24ª Reunião do FGMBE e I Encontro Binacional de Santana do Livramento e IV Fórum Nacional pela Melhoria das Bibliotecas Escolares, Porto Alegre – RS. Aborda tópicos sobre a sociedade do conhecimento e a biblioteca escolar. A metodologia aplicada é um estudo de caso e os sujeitos da pesquisa são nove acadêmicos do Curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul que participaram de no mínimo três dos Eventos selecionados. O Evento contribuiu para a construção de novas aprendizagens através do encontro com as comunidades escolares, onde foi possível construir através dos relatos de experiências, uma nova visão sobre o fazer e a atuação do bibliotecário, além de possibilitar o conhecimento de novos campos de trabalho.


Agora – O jornal do Sul

02/10/2012

http://www.jornalagora.com.br/site/content/noticias/detalhe.php?e=1&n=34024

Rio Grande sedia reunião do Fórum Gaúcho pela melhoria de bibliotecas escolares e públicas

 

A palestrante Bettina Twrsnick (3ª, da esq. p/ dir.) com participantes do Fórum

Com o tema “Bibliotecas escolares e públicas em evidência” foi realizada na sexta-feira, 28, a 31ª Reunião do Fórum Gaúcho pela melhoria das bibliotecas escolares e públicas, no auditório do Campus Saúde da Furg.

A palestra de abertura, ministrada pela diretora da Biblioteca Fantástica de Wetzlar (Alemanha), Bettina Twrsnick, foi o ponto forte do encontro.  “Foi um momento bem interessante, pela troca de experiências entre os gestores, especialmente no que diz respeito à prática das atividades. Vou levar para Alemanha um comparativo com o que vi aqui, em especial, o intercâmbio proporcionado entre os profissionais da área. Eu já tinha vindo ao Brasil, mas em Rio Grande é a primeira vez. Gostei muito de toda questão do Patrimônio Histórico, e do entusiasmo dos bibliotecários que trabalham aqui, bem como a criatividade delas“, disse.  

Bettina Twrsnick estudou Biblioteconomia e Musicologia na Faculdade de Biblioteconomia, em Stuttgart. Foi diretora da Biblioteca Central das Bibliotecas Protestantes na Baviera, em Nuremberg e bibliotecária do Instituto de Pesquisa para a Paz, em Hamburgo. Também foi diretora da Biblioteca Pública de Wetzlar. A cidade conta com cerca de 50 mil habitantes, e o acervo da Biblioteca soma, aproximadamente, 230 mil livros.   Ela desenvolveu dentro da Biblioteca Fantástica de Wetzlar, em que é diretora desde 1989, o Departamento Pedagógico do “Centro para Literatura” e o “Fórum de Linguagem e Alfabetização”.

 Em 2008, tornou-se multiplicadora do idioma e da competência informacional, oferecendo cursos para formação de professores e educadores.  Também esteve presente na reunião Uly Kaup, bibliotecário do Instituto Goethe, de Porto Alegre. Uly, que também é de origem alemã, mas vive há 25 anos na capital do RS, salientou a importância da contribuição das bibliotecas com o senso crítico dos indivíduos. “Eu participei da fundação do Fórum Gaúcho, e tenho visto o processo de melhorias das bibliotecas do Estado, em um processo de justiça social. Isso porque a comunidade deve considerar a biblioteca como um espaço de contribuição para a expressão de ideias, do senso crítico, de manifestação e compartilhamento de experiências com outras pessoas”, disse.   

O evento foi organizado pela Pró-Reitoria de Graduação, Prograd, Instituto de Ciências Humanas e da Informação – ICH, uma iniciativa do curso de Biblioteconomia, em parceria com o Instituto Goethe, de Porto Alegre, e o Conselho Regional de Biblioteconomia.  

Por Anelize Kosinski
anelize@jornalagora.com.br